Pesquisar
Close this search box.

A Era Putin Continua: Reflexos e Transformações na Rússia nos Próximos Seis Anos

O presidente russo, Vladimir Putin, está prestes a “garantir” seu quinto mandato e permanecer no comando do país até 2030, apesar do cenário desafiador que a Rússia enfrenta, especialmente devido ao conflito em curso com a Ucrânia desde 2022. No entanto, seu domínio contínuo pode ser marcado por um governo mais complexo devido ao enfraquecimento de sua liderança e às adversidades que o país enfrenta.

Desde que assumiu o poder em 2000, Putin tem sido uma figura central na política russa, levando parte da população a não conhecer outro presidente além dele. No entanto, essa familiaridade não se traduz necessariamente em apoio entusiástico, com uma parcela considerável da população russa expressando descontentamento com seu governo.

As eleições em andamento, iniciadas em 15 de março, visam garantir a permanência de Putin até 2030. Com uma reforma constitucional, ele poderá até mesmo concorrer novamente e estender seu mandato até 2036, quando terá 84 anos de idade. No entanto, alguns analistas argumentam que Putin está enfrentando desafios significativos, tanto em termos físicos – ele tem atualmente 71 anos – quanto em relação à opinião pública desfavorável.

Leandro Consentino, cientista político e professor do Insper, destaca que Putin está liderando um governo que enfrenta não apenas desafios físicos, mas também uma crescente insatisfação pública devido à sua longa permanência no poder e às dificuldades enfrentadas pelo país, especialmente relacionadas à guerra com a Ucrânia.

Valdir Bezerra, mestre em relações internacionais, ressalta que estas eleições acontecem em um contexto sem precedentes, já que é a primeira vez que Putin inicia um novo mandato enquanto o país está em guerra. Isso cria incertezas sobre o futuro da Rússia, especialmente em relação ao término do conflito, o impacto na economia russa e as relações com outros países, incluindo a Europa e a Ucrânia.

Impactos na Rússia

A Rússia tem enfrentado desafios significativos devido às sanções ocidentais, embora não tão graves quanto inicialmente previsto. A guerra com a Ucrânia tem contribuído para prolongar o impasse e criar instabilidade na região. As promessas feitas por Putin durante a campanha eleitoral visam, em parte, minimizar as consequências desses desafios, mas também podem agravar o impasse no conflito.

A economia russa tem sido afetada pelas sanções, com problemas como a dificuldade de acesso ao país levando à perda de mão de obra qualificada. A queda na venda de energia para a Europa também impactou negativamente o país. Além disso, a Rússia busca fortalecer suas relações com países do BRICS para evitar um isolamento diplomático por parte dos países ocidentais.

Em suma, o futuro da Rússia sob o próximo mandato de Putin permanece incerto, com desafios internos e externos que exigirão uma liderança forte e estratégica para enfrentá-los.

Source link

compartilhe
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *