Pesquisar
Close this search box.

Centro “antidesinformação” comandado por Moraes começa a derrubar perfis

Órgão vinculado ao TSE foi criado no intuito de combater supostas fake news na internet durante a eleição municipal deste ano

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, informou, nesta quarta-feira, 3, que o Centro Integrado de Enfrentamento à Desinformação e Defesa da Democracia (Ciedde) já começou a tirar do ar páginas que disseminam supostas fake news.

“Foi montado um perfil falso do próprio Ciedde, em várias plataformas, como se fosse realmente um site e, no caso do ex-Twitter, um perfil oficial”, disse o ministro, durante a assinatura de acordos entre o Ciedde, a Polícia Federal (PF) e a Advocacia-Geral da União (AGU).

Dessa forma, o Ciedde acionou as plataformas que, segundo Moraes, removeram o conteúdo “rapidamente“. O presidente do TSE disse que o caso demonstra a agilidade da Justiça Eleitoral.

Novos parceiros do TSE

Além de PF e AGU, aderiram ao Ciedde os Tribunais Regionais Eleitorais, big techs, o Ministério da Justiça, a Procuradoria-Geral da República e a Anatel.

Moraes elogiou os colaboradores e afirmou que a desinformação é o “mal do século 21”. Ainda de acordo com o ministro, o enfrentamento das notícias falsas nas eleições “nada mais é do que a defesa do voto do eleitor”.

“O eleitor não pode ser induzido por notícias falsas”, declarou. “Não é possível que as redes sociais sejam usadas para fazer lavagem cerebral nos eleitores com notícias falsas.”

Source link

compartilhe
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

4 respostas

  1. Esse centro de ‘informações psicografadas’ pelo Alexandre de Moraes rotula todos nós de BURROS, IMBECIS e INCAPAZES de LER, VER e OUVIR as informações que nos chegam – graças a Deus, das mais diversas fontes – e avaliar o que é certo ou errado, bom ou mau, falso ou verdadeiro. No que me diz respeito, Ministro, agradeço a sua preocupação, mas… de há muito deixei de precisar de orientação para atravessar a rua, não colocar o dedinho no fogo e não aceitar caramelos de desconhecidos. Sei decidir sozinha e – asseguro – com mais propriedade que o senhor, pois faço escolhas com equilíbrio!
    * Mau e não “mal” como escrevi no comentário que enviei antes e que não sei como cancelar! 🤭

    1. Carmen, boa noite!
      Vou manter esse que corrigiu e apago o anterior, combinado?! (rsrs)
      Aliás, boa explanação!

      Equipe Paulo Figueiredo.

      1. Estamos diante da censura novamente. A liberdade de expressão não existe mais. Nas últimas eleições vimos muitas verdades serem retiradas sob a alegação de que se tratava de desinformação. Quem se lembra de algumas delas? Citem por favor.

  2. Sr Alexandre de Moraes, será que se algum desavisado falar que o desgovernante recebeu Maduro será considerado fake news? E se comentar que houve um encontro do grupo de ditadores do foro de São Paulo, aqui no Brasil, e no discurso o presidengue desgovernante afirmou que “SER CHAMADO DE COMUNISTA É UM ORGULHO” o Sr mandará prender? Sr Moraes, é possível apagar muitas coisas. Mas será possível “desVER?” “desLER?” “desOUVIR?”. Nessa altura da vida, boa parte do povo de bem já sabe fazer uma boa higienização no caráter e ter o firme propósito de se corrigir e não cair nas balelas que cantam as sereias e tritãos do Lago Paranoá, pois só nos causam repulsa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *