Pesquisar
Close this search box.

Comandante do Exército afasta Coronel Comandante das forças especiais

O General Tomás Paiva, comandante do Exército, oficializou a exoneração do tenente-coronel Hélio Ferreira Lima do comando da 3ª Companhia de Forças Especiais em Manaus. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União nesta quinta-feira, 14 de fevereiro.

Hélio Ferreira Lima estava entre os alvos da Operação Tempus Veritatis, desencadeada em 8 de fevereiro, que investiga o ex-presidente Jair Bolsonaro e seus aliados por disseminação de notícias falsas sobre as eleições de 2022. Segundo a Polícia Federal, o grupo tinha o objetivo de criar um ambiente favorável a um suposto Golpe de Estado.

O tenente-coronel também seria membro do “Núcleo Operacional de Apoio às Ações Golpistas”, em coordenação com Mauro Cid, então ajudante de ordens de Bolsonaro. Antes de ser transferido para Manaus, Hélio atuou no Gabinete de Segurança Institucional (GSI) durante o governo Bolsonaro.

A mesma portaria que oficializou a exoneração de Hélio Ferreira Lima também destituiu o tenente-coronel Guilherme Marques de Almeida do comando do 1º Batalhão de Operações Psicológicas em Goiânia. As mudanças foram efetivadas em meio às investigações sobre as atividades do grupo envolvido na disseminação de notícias falsas.

Com informações da revista Sociedade Militar, Amazonas Atual e Diário Oficial da União.

Source link

compartilhe
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *