Pesquisar
Close this search box.

Justiça Federal condena Ronnie Lessa a 6 anos e 8 meses por contrabando de armas

foto: divulgação

Ronnie Lessa, ex-policial militar já preso pelo assassinato da vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes, recebeu uma nova sentença da Justiça Federal. Desta vez, foi condenado a seis anos e oito meses de prisão em regime semiaberto por contrabando de peças de armas de fogo.

A sentença, proferida pela juíza Fernanda Resende Djahjah Dominice, é resultado de um processo que se originou da apreensão de peças de 117 fuzis desmontados na Zona Norte do Rio de Janeiro em 2019. Na época, as investigações da Polícia Civil apontaram Lessa como o responsável pelo arsenal.

Segundo a denúncia do Ministério Público Federal, Lessa importava as peças dos Estados Unidos entre 2017 e 2018, utilizando a ajuda de sua filha que morava no país. Entre os itens contrabandeados estavam tambores para revólveres e trilhos para fixação de lunetas telescópicas.

Em seu depoimento à Justiça Federal, Lessa negou as acusações, alegando que não há provas de que as peças chegaram ao Brasil e que os acessórios mencionados são utilizados em armas de airsoft.

No entanto, a juíza Fernanda Resende Djahjah Dominice considerou as provas apresentadas pelo MPF suficientes para condenar Lessa. Em sua decisão, ela destacou que “as consequências do delito também são especialmente graves” e que todas as provas indicam que “o acusado importava tais componentes com o objetivo de efetuar a montagem de armas de fogo que seriam inseridas na clandestinidade, o que afeta e coloca em risco milhares de pessoas, representando uma grave ameaça à segurança pública”.

Gazeta Brasil

Source link

compartilhe
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *