Pesquisar
Close this search box.

Prejuízo: Brasil registra mais de 17 mil roubos de carga em um ano; Veja a região mais afetada

A rotina já desafiadora dos caminhoneiros nas estradas brasileiras está enfrentando mais um obstáculo significativo: o aumento expressivo dos roubos de cargas. Um levantamento realizado por uma empresa multinacional especializada em segurança no transporte de cargas revelou que, em um ano, os casos de roubo cresceram 4,8%, totalizando mais de 17 mil ocorrências em todo o país.

Os dados apontam que, em 2023, a região Sudeste foi a mais afetada, representando 76% dos casos, com destaque para São Paulo e Rio de Janeiro. Surpreendentemente, a região Sul apareceu em segundo lugar pela primeira vez, registrando 10% das ocorrências, seguida por Nordeste (8%), Centro-Oeste (5%) e Norte (1%).

O Brasil figura como o segundo país com maior incidência desse tipo de crime, ficando atrás apenas do México. O prejuízo anual estimado ultrapassa a marca de 1 bilhão de reais, conforme apontado pela pesquisa.

Os principais alvos dos criminosos são os caminhões que transportam cargas diversas, especialmente os vinculados ao comércio eletrônico, seguidos por veículos carregados com alimentos, bebidas, cigarros e eletroeletrônicos. O roubo desse último tipo de produto foi o que apresentou o maior aumento.

O diretor-geral da multinacional Overhaul, Fábio Marton, destaca que o avanço do comércio eletrônico alterou a forma de distribuição de produtos, tornando os eletroeletrônicos particularmente visados. Segundo ele, a comodidade de comprar esses produtos online implica na necessidade de transporte, aumentando a vulnerabilidade das cargas.

Especialistas apontam o horário estendido das entregas, agora incluindo a noite, como um dos motivos para o aumento dos roubos. Fábio Marton ressalta que o e-commerce permitiu horários de entrega mais amplos, expondo as cargas por períodos prolongados nas áreas urbanas.

Em resposta a essa crescente ameaça, a vigilância contínua é citada como uma estratégia eficaz para evitar roubos. Reginaldo Catarino, gerente de inteligência de uma transportadora em São Paulo, destaca a importância do trabalho conjunto entre inteligência, capacidade humana e software para análise e prevenção. A parceria com o poder público também é destacada como um elemento crucial na redução desses crimes em todo o país.

Com informações do SBT News.

Source link

compartilhe
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *