Pesquisar
Close this search box.

Presidente do Chile reitera críticas a Maduro após Lula expressar confiança em eleições na Venezuela

Após o Presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, expressar confiança nas eleições presidenciais venezuelanas e sugerir que a oposição deveria evitar “chorar”, o Presidente do Chile, Gabriel Boric, reafirmou suas denúncias sobre violações de direitos humanos e políticos na Venezuela. Boric destacou a repressão a opositores do governo de Nicolás Maduro, enquanto Lula evita mencionar esses aspectos.

O líder chileno enfatizou a coerência da posição do Estado chileno, que denuncia violações de direitos humanos em diversos contextos, incluindo Venezuela, Ucrânia e Gaza. Boric comentou o assassinato do ex-militar venezuelano Ronald Ojeda em Santiago e reiterou a condenação às violações de direitos humanos pelo regime de Maduro.

As declarações de Lula foram alvo de críticas de María Corina Machado, principal opositora de Maduro e impedida de concorrer nas eleições.

Boric destacou a gravidade do caso de Ojeda e reafirmou o compromisso do governo chileno com a defesa da democracia na Venezuela.

Source link

compartilhe
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *