Pesquisar
Close this search box.

Qual a fortuna de Abilio Diniz? Empresário era o 31º brasileiro mais rico

Foto: Givaldo Barbosa/ Agência O Globo

Um dos mais influentes do país, empresário acumulou patrimônio estimado em quase R$ 10 bilhões

A Península, a empresa de participações da família Diniz, é atualmente o segundo maior acionista do Carrefour global. Detém 8,4% de participação e 13,73% do capital votante — à sua frente, somente a família Moulin. Abilio era o presidente do conselho da Península. 

Sequestro, luto pelo filho, sucesso nos negócios: a trajetória de Abilio Diniz em imagens

Diniz foi, durante quase seis décadas, presidente e controlador do grupo Pão de Açúcar, fundado por seu pai. Depois de uma feroz disputa judiciária com seu sócio francês, o Casino, vendeu em 2013 sua participação na empresa, mas não deixou o varejo de supermercado. 

Tornou-se sócio do Carrefour (ocupava a vice-presidência do conselho de administração do Carrefour Brasil e integrava o board do Carrefour mundial, onde era um dos maiores acionistas).

A trajetória de Abilio Diniz:

Conforme reportou Lauro Jardim, colunista do GLOBO, Abilio estava internado há cerca de um mês no Hospital Albert Einstein com pneumonia. Esteve na UTI do hospital durante todo este período. Abilio estava de férias em janeiro em Aspen (EUA), se recuperando de duas cirurgias no joelho. Lá, começou a passar mal e retornou ao Brasil. 

Amante dos esportes, Abilio se exercitava diariamente. Até submeter-se às recentes cirurgias no joelho, tinha uma rotina dura, de quase duas horas diárias de exercícios com peso e corridas na esteira. Era comum que Abilio desse conselhos sobre longevidade, cuidados com a saúde e sugestões de rotinas de exercícios a seus interlocutores — fossem eles políticos, jornalistas ou funcionários. 

Apaixonado por esporte, Abilio foi um grande incentivador e praticante de várias modalidades

Abilio Diniz numa etapa do campeonato brasileiro de polo — Foto: Reprodução

Empresário sempre destacou a importância da atividade física na sua vida

Era um fanático torcedor do São Paulo. Assistia pela TV aos jogos do time e tinha por hábito ligar para treinadores e dirigentes do clube para dar palpites. 

Sequestro de Abilio Diniz

Em 11 de dezembro de 1989, Diniz foi vítima de um sequestro em São Paulo que durou seis dias. Seus sequestradores, procedentes de vários países sul-americanos, foram presos.

Source link

compartilhe
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *