Pesquisar
Close this search box.

Trump lidera Biden entre os eleitores que favoreceram em 2020 Por 10 pontos

Os eleitores numa nova sondagem que favoreceram o presidente Biden por 10 pontos em 2020 mudaram o seu apoio para o ex-presidente Donald Trump, que agora lidera entre os mesmos eleitores por cinco pontos.

A pesquisa, conduzida pelo New York Times e pelo Siena College de 25 a 28 de fevereiro, mostra Trump com uma vantagem de 48-43 sobre Biden, uma vantagem um pouco maior do que a vantagem de dois pontos que o ex-presidente mantinha na mesma pesquisa quando foi realizado em dezembro.

A liderança surge apesar de muitos dos eleitores registados na amostra terem indicado que votaram em Biden em 2020, com 44% dos inquiridos a dizerem que votaram no presidente nas últimas eleições, em comparação com 33% que indicaram que votaram em Trump.

A pesquisa mostra que Trump fez um trabalho melhor para fortalecer sua base, com 97% dos entrevistados que indicaram ter votado nele em 2020 dizendo que planejam fazer o mesmo este ano. Entretanto, Biden só está a obter o apoio de 83% daqueles que dizem ter votado nele em 2020, enquanto 10% indicaram que planeiam votar em Trump desta vez.

Esses números não foram as únicas más notícias para o presidente na pesquisa, que também mostrou Trump como tendo uma vantagem de seis pontos (46%-40%) entre os eleitores hispânicos, um grupo demográfico que até anos recentes tinha sido um bloco confiável para Democratas.

Trump levanta o punho em comício na Flórida

O ex-presidente Donald Trump discursa em um comício de campanha em Hialeah, Flórida. (Foto AP/Lynne Sladky)

Biden também está a lutar com os eleitores negros da classe trabalhadora, que, de acordo com as sondagens, votaram em grande número (72%) no presidente em 2020, com apenas 22% do grupo a apoiar Trump. Mas essa diferença diminuiu significativamente, concluiu a sondagem, com Biden a deter hoje apenas uma vantagem de 47%-41% entre o mesmo grupo.

Biden discursa na Casa Branca

O presidente Biden fala à Associação Nacional de Governadores durante um evento na Sala Leste da Casa Branca na sexta-feira, 23 de fevereiro. (AP/Evan Vucci)

O presidente também enfrenta uma lacuna de entusiasmo em comparação com Trump, com apenas 23% afirmando que ficariam entusiasmados se Biden se tornasse o candidato democrata. Enquanto isso, 48% dos entrevistados indicaram que ficariam entusiasmados com a possibilidade de Trump garantir a nomeação republicana.

Mas as notícias não foram de todo más para o presidente, que obteve melhores resultados junto dos eleitores independentes críticos, que atualmente estão divididos entre 42% e 42% sobre quem apoiariam entre Biden e Trump. Os eleitores também mostraram preocupação com os casos criminais em torno de Trump, com 53% indicando acreditar que o ex-presidente cometeu graves crimes federais.

A pesquisa do New York Times/Siena College analisou 980 eleitores registrados em todo o país, com uma margem de erro amostral de mais ou menos 3,5 pontos percentuais.

Source link

compartilhe
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *