Pesquisar
Close this search box.

Usar cotonete faz mal? Veja qual é a melhor maneira de limpar os ouvidos

Foto: Reprodução.

Muitos de nós já ouvimos o aviso de nunca colocar nada menor que o cotovelo no ouvido, e a história assustadora de alguém que rompeu o tímpano com um cotonete é comum. Embora lesões de perfuração do tímpano sejam consideradas “bastante incomuns”, elas podem ser graves, adverte Seth Schwartz, médico otorrinolaringologista no Virginia Mason Franciscan Health em Seattle. E quando ocorrem, os cotonetes frequentemente estão envolvidos.

Aqui está o motivo pelo qual é importante parar de usar cotonetes nos ouvidos e como você pode limpá-los de forma segura e eficaz de outra maneira.

Em primeiro lugar, é crucial entender que a cera de ouvido não é um inimigo a ser combatido, explica Alexandra Quimby, médica otorrinolaringologista no Upstate University Hospital em Nova York. Essa substância, composta por secreções oleosas da pele, suor e células mortas da pele, protege o delicado ouvido interno ao prender partículas irritantes como sujeira, poeira, bactérias e fungos, além de regular a umidade.

A cera de ouvido também ajuda a remover as células mortas da pele do ouvido interno. Durante atividades como tomar banho ou mastigar, a cera de ouvido transporta essas células até a orelha externa, onde são eventualmente eliminadas.

Se você tentar remover a cera de ouvido com cotonetes, corre o risco de irritar a pele sensível do ouvido interno, diz a Dra. Hae-Ok Ana Kim, médica especialista em distúrbios do ouvido interno no Columbia University Irving Medical Center, na cidade de Nova York. As fibras dos cotonetes, embora pareçam suaves, são na verdade abrasivas e podem estimular a produção de mais cera, aumentando o risco de obstrução do canal auditivo.

Os cotonetes também podem empurrar a cera de ouvido mais profundamente no canal auditivo, resultando em um acúmulo que pode causar coceira, dor, sensação de plenitude ou até mesmo perda auditiva.

Estima-se que 5% dos adultos nos EUA tenham acúmulo ou impactação de cera de ouvido a cada ano, sendo mais comum em adultos mais velhos ou em pessoas que usam aparelhos auditivos. Pessoas com condições de pele como eczema ou psoríase, assim como aquelas com canais auditivos pequenos ou formatos diferentes, também podem ter um risco aumentado de obstrução.

Se você suspeita de uma obstrução, é importante consultar um médico que possa removê-la com segurança.

Existem outras maneiras seguras de limpar os ouvidos:

  • Use uma toalha úmida para limpar a orelha externa, sem inserir nada no canal auditivo.
  • Experimente gotas auriculares vendidas sem prescrição médica para amolecer a cera e facilitar sua remoção.
  • Evite o uso de ferramentas caseiras ou compradas em lojas para remover a cera, pois elas podem ser perigosas.
  • Se você optar por usar cotonetes, use-os com responsabilidade e não insira no canal auditivo. Se sentir dor, coceira ou sensação de entupimento nos ouvidos, consulte um médico para avaliação e tratamento adequados.

Com informações da Folha de S. Paulo.

Source link

compartilhe
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *