Pesquisar
Close this search box.

BOMBA: Ministro da Defesa de Israel “sobe o tom” com Brasil após falas de Lula; VEJA

O ministro da Defesa de Israel, Yoav Gallant, condenou veementemente as declarações do ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, que comparou as ações de Israel na Faixa de Gaza ao Holocausto. Gallant afirmou que as acusações de Lula são “ultrajantes e abomináveis” e acusou o presidente brasileiro de trazer “grande vergonha ao seu povo”.

Gallant ressaltou que o Brasil historicamente esteve ao lado de Israel, mas Lula, ao apoiar o grupo terrorista genocida Hamas, viola os valores do mundo livre. O ministro israelense utilizou o X (antigo Twitter) para expressar seu repúdio às declarações de Lula, destacando a inaceitabilidade de acusar Israel de perpetrar um Holocausto.

Essas críticas seguem a reação do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, que classificou as falas de Lula como “vergonhosas” e “graves”, acusando-as de banalizar o Holocausto. A Confederação Israelita do Brasil (Conib) também emitiu uma nota repudiando as declarações de Lula, chamando-as de “distorção perversa” da realidade e ofensivas à memória das vítimas do Holocausto e seus descendentes.

Com informações do O Antagonista.

Source link

compartilhe
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *