Pesquisar
Close this search box.

Brasil figura como sétimo país com inflação mais alta do último ano entre os países do G20

Foto: Reprodução.

Em um levantamento realizado pela agência de risco Austin Rating, o Brasil figura como o sétimo país com a inflação mais elevada nos últimos 12 meses, dentre as nações que compõem o G20, um grupo composto pelas maiores economias do mundo.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a inflação acumulada para esse período atingiu 3,9%, conforme medido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que é o índice oficial de inflação do Brasil.

A liderança desse ranking é da Argentina, que registrou uma inflação de 287,9%, sendo o único país do grupo a atingir a marca dos três dígitos. Em segundo lugar está a Turquia, com 68,5%, seguida pela Rússia, com 7,8%.

O G20 reúne as 19 principais economias do mundo, além da União Africana e da União Europeia. Eis os dez países do grupo com as maiores taxas de inflação nos últimos 12 meses:

  1. Argentina: 287,9%;
  2. Turquia: 68,5%;
  3. Rússia: 7,8%;
  4. África do Sul: 5,2%;
  5. Índia: 4,8%;
  6. México: 4,4%;
  7. Brasil: 3,9%;
  8. Estados Unidos: 3,5%;
  9. Austrália: 3,3%; e
  10. Reino Unido: 3,1%.

O Brasil manteve sua posição em relação ao fim de 2023, quando ocupava o sétimo lugar na lista dos países com maior inflação, registrando uma taxa de 4,9% naquela época.

Os índices de preços são cruciais para avaliar a variação dos valores de produtos e serviços, proporcionando uma visão sobre o aumento do custo de vida para os consumidores.

Primeiro semestre Ao analisarmos a inflação do primeiro semestre de 2024, o Brasil ascende no ranking, ocupando o quinto lugar no acumulado dos três primeiros meses do ano, quando a taxa atingiu 1,4%.

A Argentina permanece na liderança, registrando 51,6% de inflação no mesmo período, seguida pela Turquia, com 15,1%, e a Rússia, com 2%.

Segue abaixo o ranking dos dez países do G20 com as maiores taxas de inflação no primeiro trimestre do ano:

  1. Argentina: 51,6%;
  2. Turquia: 15,1%;
  3. Rússia: 2%;
  4. África do Sul: 1,7%;
  5. Brasil: 1,4%;
  6. México: 1,3%;
  7. Espanha*: 1,2%;
  8. EUA: 1,1%;
  9. Coreia do Sul: 1%; e
  10. Zona do Euro: 1%.

Source link

compartilhe
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *