Pesquisar
Close this search box.

Desdobramentos: Casa onde aposentado encontrou R$ 60 mil enterrados pertencia a mãe de ex-secretário investigado pela Polícia

Foto: Reprodução.

A residência onde foi descoberto aproximadamente R$ 60 mil em um pote de sorvete, enterrado no jardim, era de propriedade de Inêz Piva de Santana, mãe do ex-secretário de Estado de Saúde, Afonso Piva. Afonso perdeu o cargo em agosto de 2023 após envolver-se em um escândalo e ser investigado pela Polícia Federal devido à compra de 4 milhões de seringas para hospitais públicos.

A defesa de Afonso e Inez Piva afirmou que eles se manifestarão apenas perante as autoridades policiais, caso sejam intimados.

Inicialmente, o caso foi registrado na Polícia Civil, que contabilizou R$ 59,9 mil em notas de R$ 100 e R$ 50 e encaminhou o valor para perícia. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a investigação do caso será conduzida pela Polícia Federal.

Durante a tarde de sábado (17), a PF esteve na residência em busca de mais evidências. Embora nenhum dinheiro adicional tenha sido encontrado, foram apreendidos vestígios de envelopes e outros objetos – não especificados – que passarão por perícia.

O delegado Hayder Eduardo Martins Pereira, responsável pelas buscas, mencionou que o dinheiro pode estar relacionado a uma investigação em curso, mas não forneceu detalhes sobre os investigados.

“Provavelmente está ligado a uma investigação da Polícia Federal. Não posso fornecer mais detalhes sobre isso, e o informante será ouvido novamente na Polícia Federal para esclarecer os fatos. Essa investigação não está sob minha jurisdição, então não consigo fornecer mais detalhes”, disse o delegado.

O dinheiro foi descoberto pelo aposentado Raimundo Soares Sobrinho, residente em Itacajá, no interior do Tocantins, na manhã de sábado (17). Sobrinho adquiriu a casa em agosto do ano passado para que sua filha morasse.

“Eu estava fazendo uma limpeza nesse pequeno jardim na frente. Quando peguei uma sacola preta que estava debaixo das plantinhas, percebi que ela rasgou e havia um objeto submerso. Então, coloquei a mão e percebi que era um pote. Ao abrir um pouco a tampa, vi que era dinheiro. Coloquei o pote de volta no mesmo lugar e entrei em contato com a polícia”, relatou o aposentado.

Surpreso com a quantidade de dinheiro, Sobrinho procurou um advogado e decidiu investigar o histórico da casa. “Tivemos curiosidade de pesquisar os antigos proprietários, e descobrimos através das autoridades policiais que poderia haver ligação com pessoas investigadas pela polícia”, disse o advogado Dhiogennes André Pereira Araújo.

Em agosto do ano passado, mês em que a casa foi vendida, tanto Inêz quanto seu filho Afonso foram alvos de uma investigação da Polícia Federal sobre possíveis irregularidades na compra de seringas durante o mandato de Afonso na Secretaria de Estado de Saúde.

O escândalo resultou na renúncia de Afonso Piva ao cargo. Essa investigação ainda está em andamento.

Com informações do G1..

Source link

compartilhe
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *